Tag: arte contemporânea

Exposição Los Primus 2018

EXHIBITION LOS PRIMUS

 

Foram cerca de 3 meses o período de Residência Artística na casa do Olhar Luis Sacilotto, por meio do edital Okupa Cultura 2018 da secretaria de Cultura de Santo André. No entanto, a ocupação aconteceu para além desses momentos pontuais das atividades que ocorreram de julho a setembro, em terças-feiras no horário das 19h às 22h; porque o artista se permitiu participar ativamente das diversas atividades cotidianas da cidade de Santo André, transitando pela periferia e centro da cidade – entre becos e condomínios, estreitando relações institucionais, profissionais e até estabelecendo vínculo afetivo com o público envolvido no processo. Portanto não dá para descartar a metodologia da cartografia afetiva empregada pelo artista durante a ocupação na sua residência artística em Ateliê Aberto, não somente num determinado equipamento público, como também em toda uma cidade, que vive características de uma grande metrópole, mas de proporções menores, visíveis e palpáveis se compararmos a uma capital como São Paulo – por exemplo.
E assim como resultado do processo em Ateliê Aberto, o artista Thiago Vaz nos mostra as obras que produziu ao longo dessa intensa vivência na cidade de Santo André, a qual ele insiste em chamar de “a Capital do ABC”.

Uma das propostas do projeto seria registrar a movimentação da cidade com uma câmera fotográfica em punho, mas ao invés disso, Vaz resolveu ativar a fotografia do olhar e armazenou os dados semióticos no campo da memória, e em seguida salientou em suas obras os fatos mais pertinentes e significativos para a ocasião, e retratou a cidade a partir da disposição de um de seus trabalhos de arte urbana – Los Primus.

Nessa exposição, Los Primus nos mostra o que já é latente em sua composição poética, como que as relações sociais de indivíduos e coletivos conviventes num mesmo lugar, porém, divididos e segregados por territórios: hora de prepotência na disputa do poder; hora de resistência na reivindicação de dignidade; hora de resiliência na conciliação de conflitos para uma pseudopaz que permanece numa guerra silenciosa e nociva para o bem viver de uma cidade.

Portanto, a soma da residência artística com essa exposição é o resultado do olhar e da vivência do artista, trazendo a re-significação de tudo o que é concomitantemente descartado pelos donos da cidade.

 

Los Primus & Jazz, by Fred Chalub

This video is the result of the union of the work of Thiago Vaz and his graffiti with the work of video creator Fred Chalub.
He was able to mix graffiti and jazz in this great video.

see more: https://www.fredchalub.com/


Uma parceria de antiga data resultou nesse belíssimo video do meu amigo video maker, Fred Chalub. Com a sua grande sensibilidade artística ele conseguiu combinar o graffiti e o Jazz numa harmonia super moderna e descolada.

Para conferir outros trabalhos de Fred, basta visitar o seu site: https://www.fredchalub.com/

Instalação SURGIMENTE

Exhibition and installation site especific SURGIMENTE, São Paulo – BR, year 2015.

 

apresenta_obra

A exposição SURGIMENTE (23/09 -23/10/2015) se trata de instalação site specific que atualmente ocupa a entrada do prédio do Atelier Amarelinho da Luz – Pessoal do Faroeste.  A obra permanece no prédio e está passiva de receber interferências, como as que foram feitas por artistas de coletivos residentes na ocupação.

 

Artistic Residence in occupation of historic building in the central region from São Paulo city.

Residência/ocupação artística no Atelier Amarelinho da Luz Pessoal do Faroeste

Do início de 2015 Thiago Vaz esteve como artista residente no Atelier Amarelinho da Luz Pessoal do Faroeste, situado no centro de São Paulo. Prédio histórico de grande relevância artística para a cidade de São Paulo quando se tornara, no ano de 2005, o Atelier Amarelo, que teve a curadoria da artista Maria Bonomi, que na época proporcionou a comunhão de importantes artistas.

Hoje, o espaço se configura num formato de ocupação artística mais abrangente, recebendo artistas dos mais diversos fragmentos da capital paulista.

Neste novo período de residência/ocupação artístico no prédio em questão, houve o surgimento da Escola Livre de Artes urbanas, a ELAU SP, um desdobramento dos coletivos Substancial e Graffiti com Pipoca, sob a idealização de Thiago Vaz. A vivência também culminou em outras experimentações artísticas vivenciadas no centro de São Paulo, compartilhando sensações diversas com a população frequentadora da então denomiada, pejorativamente, como Cracolândia.

 

 

blog

 

Exhibition HOHENRAUSCH 2015 – The Mistery of the Birds – Linz AT

International Exhibition contemporary art, HOHENRAUSCH 2015, 28 may – 18 October, at the invitation from OOKulturQuartier, where I did Artistic Residence for 56 days in Linz, Austria.
Opened exhibition in OK Museum with work MATHAMORPHOSE 2015, painting from pulverization about wall. And open exhibition in ÖAMTC to site especifc ADAPTATION, inside space in ÖAMTC (Austrian Automobile, Motorcycle and Touring Club). Was very nice be in Linz.

…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015
…Hohenrausch2015
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015 Linz AT
…Hohenrausch2015
…Hohenrausch2015 Linz AT

Thiago Vaz participa de exposição internacional “HOHENRAUSCH – The mistery of the birds”, no OK Museum, na cidade de Linz, Áustria, a convite do OK Museum OOKulturQuartier, onde fez Residência artística por 56 dias, no Salzant Artistic Residence e criou uma instalação de site-especific no clube automobilístico da Áustria – ÖAMTC; com a obra “Adaptation”, projeto incluso nas ações da exposição Hohenrausch 2015.