Tag: arte urbana

Mural em São Paulo faz homenagem a escritora Ruth Guimarães.

No ano de 2020, o artista Thiago Vaz realizou a pintura de um mural, cuja narrativa foi inspirada na vida e obra de Ruth Guimarães.

Com as dimensões de 184 metros quadrados, o mural retratou a trajetória da primeira escritora mulher negra brasileira a ter projeção nacional na literatura.

 

A pintura de Thiago enfatiza três pontos marcantes, fazendo referência aos três momentos da vida escritora:

  1. Período de vivências na fazenda, em Cachoeira Paulista;
  2. Período de produção literária e a consagração no meio literário;
  3. O legado de sua produção literária e de seu trabalho na educação para substanciar o imaginário das novas gerações.

Para o artista, ter a vida e a obra da escritora Ruth Guimarães como inspiração para pintar o mural no mesmo ano de seu centenário, em uma biblioteca pública na cidade de São Paulo, foi bastante simbólico.

O mural integra o Museu de Arte de Rua de São Paulo (MAR), da Secretaria municipal de Cultura.

Big Mural

 

Em fevereiro de 2020 eu pintei esse mural em grande escala na região central de Santo André.

Foram usados cerca de 150 lts de tinta para preencher todo o paredão de 130m² – sim, foram várias demãos.

Meus agradecimentos a Tintas Coral com o projeto #Tudodecor e ao grande parceiro, Fred Chalub pelo belíssimo vídeo.

O mural está localizado na Av. João A. A. Amazonas, Vila Bastos, em Santo André – SP. Brasil.

Workshop – Como desenhar Los Primus

workshop, arte educação, artes visuais, oficina,
Além de artista visual, Thiago Vaz também é arte-educador, e nesse workshop “Como desenhar Los Primus”,o público terá a oportunidade de entender o processo artístico do qual o artista conseguiu obter êxito na forma com que desenha os personagens do seu trabalho mais recente, Los Primus.
 
Em cada encontro Vaz irá compartilhar os caminhos percorridos para chegar no resultado desse trabalho, seguido por pesquisa iconográfica que conta com os grafismos da arte indígena de diferentes povos, até a incorporação de elementos estéticos da caligrafia do Pixo de São Paulo.
 
Os participantes desenharão Los Pimus junto com Thiago Vaz, mas eles serão provocados a elaborar os seus próprios desenhos ao longo do percurso.

 

Exposição Los Primus 2018

EXHIBITION LOS PRIMUS

 

Foram cerca de 3 meses o período de Residência Artística na casa do Olhar Luis Sacilotto, por meio do edital Okupa Cultura 2018 da secretaria de Cultura de Santo André. No entanto, a ocupação aconteceu para além desses momentos pontuais das atividades que ocorreram de julho a setembro, em terças-feiras no horário das 19h às 22h; porque o artista se permitiu participar ativamente das diversas atividades cotidianas da cidade de Santo André, transitando pela periferia e centro da cidade – entre becos e condomínios, estreitando relações institucionais, profissionais e até estabelecendo vínculo afetivo com o público envolvido no processo. Portanto não dá para descartar a metodologia da cartografia afetiva empregada pelo artista durante a ocupação na sua residência artística em Ateliê Aberto, não somente num determinado equipamento público, como também em toda uma cidade, que vive características de uma grande metrópole, mas de proporções menores, visíveis e palpáveis se compararmos a uma capital como São Paulo – por exemplo.
E assim como resultado do processo em Ateliê Aberto, o artista Thiago Vaz nos mostra as obras que produziu ao longo dessa intensa vivência na cidade de Santo André, a qual ele insiste em chamar de “a Capital do ABC”.

Uma das propostas do projeto seria registrar a movimentação da cidade com uma câmera fotográfica em punho, mas ao invés disso, Vaz resolveu ativar a fotografia do olhar e armazenou os dados semióticos no campo da memória, e em seguida salientou em suas obras os fatos mais pertinentes e significativos para a ocasião, e retratou a cidade a partir da disposição de um de seus trabalhos de arte urbana – Los Primus.

Nessa exposição, Los Primus nos mostra o que já é latente em sua composição poética, como que as relações sociais de indivíduos e coletivos conviventes num mesmo lugar, porém, divididos e segregados por territórios: hora de prepotência na disputa do poder; hora de resistência na reivindicação de dignidade; hora de resiliência na conciliação de conflitos para uma pseudopaz que permanece numa guerra silenciosa e nociva para o bem viver de uma cidade.

Portanto, a soma da residência artística com essa exposição é o resultado do olhar e da vivência do artista, trazendo a re-significação de tudo o que é concomitantemente descartado pelos donos da cidade.

 

Conheça mais sobre o trabalho de Los Primus aqui

Los Primus & Jazz, by Fred Chalub

This video is the result of the union of the work of Thiago Vaz and his graffiti with the work of video creator Fred Chalub.
He was able to mix graffiti and jazz in this great video.

see more: https://www.fredchalub.com/


Uma parceria de antiga data resultou nesse belíssimo video do meu amigo video maker, Fred Chalub. Com a sua grande sensibilidade artística ele conseguiu combinar o graffiti e o Jazz numa harmonia super moderna e descolada.

Para conferir outros trabalhos de Fred, basta visitar o seu site: https://www.fredchalub.com/